Explorando Pensamentos Automáticos e Crenças na Terapia Cognitico-Comportamental

Giovana Mondek

Giovana Mondek

Giovana Mondek

Giovana Mondek

Objetivo

Temos como objetivo apresentar desde as características de cada nível de cognição até como identifica-los, avalia-los e questioná-los em sessão com o paciente.

Proposta

Ao conhecermos a Terapia Cognitivo-Comportamental, nos deparamos com vários conceitos que, muitas vezes, ao vermos a teoria, parecem simples de entender, mas na prática, podemos ter bastante dificuldade. Dentre estes conceitos, encontramos os três níveis de cognição: pensamentos automáticos, crenças intermediárias e crenças nucleares (ou centrais).

Bibliografia

PADENSKY, Christine A. In: A mente vencendo o humor. 2ª edição. Porto Alegre: Artmed, 2017. p. 17-25.

GRENBERGER, Dennis; PADENSKY, Christine A. Pressupostos subjacentes e experimentos comportamentais.

GRENBERGER, Dennis; PADENSKY, Christine A. In: A mente vencendo o humor. 2ª edição. Porto Alegre: Artmed, 2017. p. 129-146.

GRENBERGER, Dennis; PADENSKY, Christine A. Crenças nucleares. GRENBERGER, Dennis; PADENSKY, Christine A. In: A mente vencendo o humor. 2ª edição. Porto Alegre: Artmed, 2017. p. 147-182.

 

R$79,00

Até 12x

INSCRIÇÃO

OFERTA VÁLIDA POR TEMPO LIMITADO