A clínica psicanalítica de Freud: Observações sobre um caso de neurose obsessiva – “O homem dos ratos” (1909)

R$79,00

MODALIDADE

Ao vivo (Zoom)

ENCONTROS

2

CARGA HORÁRIA

8H

CERTIFICADO

Digital de participação

Ivan Branco

Possui graduação em Psicologia e pós graduação em Saúde Mental, é psicólogo do Centro de Atenção Psicossocial III M’Boi Mirim (CAPS). Na linha da Psicanálise, integra o tripé formativo do analista que abrange a teoria, a prática e a supervisão. Aliadas à pesquisa da psicanálise lacaniana, estende-se para as áreas de Lógica (Clássicas e heterodoxas), Retórica, Filosofia, Linguística e Sofística.

Objetivo

Fazendo uma articulação com a contemporaneidade, o objetivo das aulas é resgatar concepções cruciais para a leitura clínica da neurose obsessiva para problematiza-las nos dias atuais. Para tanto, é imprescindível que a obra freudiana seja percorrida desde as primeiras articulações, tais quais a contextualização do caso, os extratos do caso clínico, da “causa precipitadora da doença” às considerações teóricas. “

Público Alvo

Estudantes de psicologia e interessados pela psicanálise.

Proposta

Esta exposição busca revisitar uma das maiores contribuições do pai da psicanálise para as concepções da prática clínica. Nesta obra, Freud tece comentários e realiza uma análise dos momentos em que atendeu um tenente do exército que sofria de pensamentos obsessivos que lhe atravessavam. Proibições obsessivas, fantasias, mecanismos de defesa, o complexo paterno e, principalmente, a dúvida, são temas trabalhados nesse texto que continuam a balizar a prática daqueles que tem a psicanálise como orientação clínica. As aulas serão divididas em dois encontros. No primeiro, as considerações acerca do caso e os extratos clínicos serão abordados. No segundo, as concepções e considerações teóricas da obra serão exploradas e darão a oportunidade de problematiza-las à luz da contemporaneidade.

Cronograma

14

Setembro - 20H

• Extratos do caso clínico
• As práticas obsessivas: proteger e compreender
• Atos compulsivos
• Fantasias
• A causa precipitadora da doença
• O complexo paterno
• Os ratos e a linguagem

21

Setembro - 20H

• Considerações teóricas
• Características das estruturas obsessivas
• A transferência
• O desejo
• A morte
• A pulsão
• A dúvida

Materiais

Indicação de Leitura

  • Homem dos ratos 1909 – Sigmund Freud
  • Totem e Tabu 1915 – Sigmund Freud
  • Estratégias da neurose obsessiva – Luiz Renato Gazzola
  • As 4+1 condições de análise – Antônio Quinet

Leitura complementar:

  • Dom Casmurro – Machado de Assis
  • Hamlet – Shakespeare
  • Os sofrimentos do jovem Werther – Goethe
  • Organon – Aristóteles
  • Fragmentos – Heráclito

Objetivo

Fazendo uma articulação com a contemporaneidade, o objetivo das aulas é resgatar concepções cruciais para a leitura clínica da neurose obsessiva para problematiza-las nos dias atuais. Para tanto, é imprescindível que a obra freudiana seja percorrida desde as primeiras articulações, tais quais a contextualização do caso, os extratos do caso clínico, da “causa precipitadora da doença” às considerações teóricas. “

Público Alvo

Estudantes de psicologia e interessados pela psicanálise.

A clínica psicanalítica de Freud: Observações sobre um caso de neurose obsessiva – “O homem dos ratos” (1909)

INSCRIÇÃO

OFERTA VÁLIDA POR TEMPO LIMITADO